• Avenida Getúlio Vargas, 2574 (Loja 1) - Água Verde - Curitiba/PR
  • 41-98782.7877 / 41-99152.2027 / 41-99223.6970
  • 24h

Uma Sentença com 500 Páginas

O que de fato pode existir em uma sentença de 500 páginas… A erudição de um Magistrado perpassa a letra fria da lei, faz contornos da história da humanidade, mencionando passagens greco-romanas, passeando por elucubrações de pensadores/juristas/filósofos que efetivamente pensam o mundo, pensam acerca do SER HUMANO. O fato atrelado a subsunção da norma, a […]

Uma Sentença com 500 Páginas

claudionei_santa_lucia@hotmail.com Julgamentos

O que de fato pode existir em uma sentença de 500 páginas…

A erudição de um Magistrado perpassa a letra fria da lei, faz contornos da história da humanidade, mencionando passagens greco-romanas, passeando por elucubrações de pensadores/juristas/filósofos que efetivamente pensam o mundo, pensam acerca do SER HUMANO.

O fato atrelado a subsunção da norma, a priori se bastaria para chegar a uma sentença concisa, mesmo que complexa a composição dos autos do processo, porém 500 páginas, bem mais que uma tese de doutorado, que penso eu não poderia ter mais que 300 páginas, isto em razão de trazer algo efetivamente inovador para a classe acadêmica. e quisera eu pudesse trazer algo prático, útil para a sociedade.

Verdade é, com o devido respeito aos Assessores e Estagiários, que tal sentença seja da lavra do eminente Magistrado, haja vista o que se pode imprimir, quando falamos de estilo de escrita, ademais envolta nas 500 páginas conhecimento que talvez não suportasse a tenra experiência, literalmente experimentada por estes dois profissionais que fazer parte do quadro do gabinete de colaboradores deste i. Magistrado.

Mas sejamos práticos, qual a parte do dispositivo ofertado por este Excelentíssimo Magistrado interessa para a Defesa?!

Pouco provável que a Defesa não venha apresentar Apelação, quem sabe até Embargos Declaratórios, pois pode ser que esteja “confusa”, a Sentença ou não…

O singelo artigo é para reflexão, pois debrucei-me sobre as 500 (quinhentas) páginas, talvez para aprender como dizer algo, de forma tão eloquente e profunda, como fundamentar os meus argumentos, aliás tarefa árdua do defensor deste réu ao construir os seus argumentos e fundamentos para desmanchar tal sentença que parece ser muito bem fundamentada, ou não.

Claudionei Santa Lucia

Pensador

Criminólogo

Advogado Criminalista

MAIS VISUALIZADOS
POSTS RELACIONADOS